Pesquisar no blog

quinta-feira, 3 de agosto de 2017

PORQUE MINHA CONTA DE LUZ VEM MUITO ALTA?

A conta de luz tem alguns vilões já muito conhecidos. No modo inverno, o chuveiro elétrico, por exemplo, pode representar mais de 30% do valor total mensal da fatura. A geladeira pode gastar 55 kWh por mês, o equivalente a 225 lâmpadas de LED ou R$ 13, enquanto uma máquina de lavar e secar pode encarecer a conta em até R$ 100 e um aquecedor, em R$ 55. Mas há vários outros aparelhos que podem impactar no seu bolso.




UM POUCO SOBRE CORRENTE ELÉTRICA
Em nossas residências são encontrados diversos tipos de aparelhos que só funcionam quando ligados à energia elétrica. Mas a corrente que utilizamos é corrente contínua ou corrente alternada? Para muitos, há confusão em saber quando estamos usando corrente contínua e quando estamos usando corrente alternada. De forma simples vamos entender qual tipo de corrente usamos nos aparelhos eletrodomésticos de nossas casas.
Corrente contínua
Quando um aparelho elétrico está ligado a uma fonte do tipo bateria ou pilha, a polaridade em seus terminais é fixa, ou seja, o campo elétrico tem um sentido constante na fiação do aparelho que está em funcionamento ligado a essa fonte. Portanto, dizemos que o movimento dos elétrons livres no fio do aparelho se dá sempre no mesmo sentido, caracterizando o que chamamos de corrente contínua.
Corrente alternada
Outros aparelhos, como geladeiras, chuveiros, ventiladores e liquidificadores, são alimentados por fontes (geradores de usinas) que alternam, de forma constante, sua polaridade. Por isso, o sentido do campo na fiação da residência em que um aparelho elétrico esteja funcionando ligado a uma tomada de 110 V ou 220 V também se alterna. Consequentemente, o movimento extra dos elétrons livres é ora para um lado, ora para outro, originando o que denominamos corrente alternada.
É comum, em nossas residências, utilizarmos um adaptador para ligar o videogame, o teclado, o telefone sem fio, carregador de celular, etc.. Nesses adaptadores, geralmente aparecem estas inscrições: entrada AC 110/220V, saída DC3 3,0/4,5/6,0/7,5/9,0/12V. Isso significa que eles são ligados a tomadas que fornecem corrente alternada ao adaptador, que, por sua vez, acaba alimentando os aparelhos eletrônicos. Além disso, os adaptadores alternam o valor da tensão, conforme o valor especificado.

NÃO É SÓ CHUVEIRO E AQUECEDOR: ESSES APARELHOS ENCARECEM SUA CONTA DE LUZ.


Aparelhos em stand by
Evite deixar muitos aparelhos ligados em modo de espera. Isso porque, em média, 20% da energia consumida em casa é gasta por eles individualmente. Quando estiverem sem uso, desligue da tomada aparelhos como DVD, televisão, som, micro-ondas e decodificador. Mas, lembre-se, ao fazer isso são perdidas algumas configurações pessoais, como o ajuste de horário.

Carregador de celular
Um só não faz muita diferença, mas de dois a cinco somados podem gastar tanto como uma lâmpada LED de 10 watts ligada por 60 horas seguidas, apenas por estarem ligados à tomada, sem carregar o telefone. Ou seja: usou? Tire-os da tomada.

Estabilizador
Com potência média de 300 watts, ele protege eletrodomésticos, como computadores, dos picos de tensão e descargas elétricas na rede condutora. No entanto, se deixá-lo ligado a noite inteira, pode encarecer a conta de luz em até R$ 50. É melhor desligá-lo após usar o computador ou, então, o substitua por um filtro de linha, que corta o circuito de energia após um minuto esquecido ligado.

Videogame
A potência desse eletrônico, usado também para ver filmes, oscila entre 45 a 190 watts, o mesmo que manter duas lâmpadas acesas. Seu consumo de energia pode aumentar 12%. Depois de usar, desligue ou tire o aparelho da tomada.

Telefone sem fio
Ligado na base 24 horas seguidas consome em um mês 2,50 kWh, ou o equivalente a um notebook usado por 4 horas seguidas todos os dias. Dê preferência aos smartphones ou telefones fixos analógicos.

Abajur
Fique de olho na escolha da lâmpada: se for a mesma potência de uma comum, de teto, o consumo será o mesmo. 3,5 kWh de consumo mensal para fluorescentes e 9 kWh para incandescentes. É como usar um exaustor de fogão. Desligue-o depois de passadas as primeiras horas do sono da criança. Prefira manter as cortinas do quarto abertas, para aproveitar a luz noturna, ou invista em um dimmer regulador.

Cafeteira
Seu consumo mensal de energia (6,56 kWh) está tecnicamente empatado com o de um aparelho de som usado 3 horas seguidas ao longo de 20 dias! É mais econômico esquentar a água no fogão e coar o café no filtro de papel.

Torradeira
São cerca de 1.500w de potência, o que corresponde a 19 lâmpadas de 60 watts. Se usada todos os dias, por 10 minutos, seu consumo mensal será de 4 kWh -- é como ligar dois ferros de passar ao mesmo tempo. Prefira colocar os pães no forno a gás ou tostá-los na frigideira.

Micro-ondas
Ligado por 15 minutos gasta em um mês 10,50kWh. Supera até mesmo o ferro de passar a vapor, que registra 7,2 kWh por mês. Que tal esquentar a comida ou preparar as bebidas quentes no fogão? Ah, e lembre-se de desligar o aparelho da tomada após o seu uso.

Cooktop
Ele deixa a cozinha supercharmosa, mas dá mais prejuízo que uma geladeira de duas portas frost-free. Consome, considerando o uso de cada boca acesa por uma hora diária, 68,55 kWh de energia por mês, o equivalente a R$ 16,50, enquanto modelos a gás consomem 2,40 kWh.

Panela elétrica
Ligados por 2 horas seguidas, todos os dias, alguns modelos chegam a consumir no mês até 44 kWh, o equivalente a R$ 10 na conta. Consome tanto quanto um freezer ligado por 24 horas seguidas. Vale mais usar o fogão a gás.

Aparelho de fondue
Os elétricos gastam a mesma energia de um ferro a vapor. São quase 13 lâmpadas de 60 watts de potência e 0,75 kWh. Prefira os modelos tradicionais, com queimadores.

Modem
Que fica ligado 24hs por dia , o consumo seria de aproximadamente 25W, com isso nos dá 0.025KWh,  multiplicando por 24 horas e por 30 dias, teremos 18KWh. Se não for internet compartilhada, deixar o modem ligado 24hs/d somente vai aumentar seu consumo de energia, além do mais, se  não está sendo usado, no caso do computador estar desligado, não há motivo para que ele permaneça ligado. Apesar de gastar pouco, é um gasto de energia desnecessário, por isso a sugestão é, desligue o modem também.





 Como calcular o custo mensal de um equipamento em meu orçamento doméstico?
  • Antes de mais nada, é preciso conhecer a potência do equipamento. Procure no manual do fabricante esta informação. Em seguida, faça o cálculo da seguinte forma:
  • Potência do Equipamento W x Número de horas utilizadas x Número de dias de uso mês, dividido por 1000.
  • Para achar o valor em Reais multiplique o consumo médio mensal em kWh pelo valor da tarifa cobrada pela concessionária local.

Postar um comentário